Veja como incluir projetos temporários no currículo

COMPARTILHE
Projetos temporários no currículo

Incluir projetos temporários no currículo pode abrir várias portas de emprego se você souber apresentá-los corretamente.

A maneira como você apresenta esses projetos no currículo pode fazer a diferença, por isso é importante não parecer que você muda constantemente de emprego, pelo contrário, é preciso demonstrar que esses projetos agregaram experiência e conhecimento.

Sendo assim, neste artigo você encontrará dicas de como incluir projetos temporários no seu currículo para ter mais chances na sua busca por um novo emprego.

Por que incluir projetos temporários no currículo?

Muitas pessoas têm receio em aceitar vagas temporárias, por pensar que isso pode “sujar” seu currículo, e não é bem assim.

Os empregos ou projetos temporários podem ser uma grande oportunidade de adquirir conhecimento.

Um dos principais motivos para incluir esses projetos temporários no seu currículo é comprovar sua experiência no mercado de trabalho.

Isso com certeza irá aumentar suas chances de conseguir uma vaga de emprego.

Mais uma razão para listar os projetos temporários é que eles diferenciam o currículo. Por isso você deve especificar bem o motivo de ter ficado determinado tempo em uma empresa.

Veja Também: Entenda o tempo ideal para ficar em uma empresa

Diferença entre contrato por projeto temporário e contrato de experiência

Muitas vezes as pessoas podem confundir um contrato por prazo determinado, por um contrato de experiência. A diferença é bem grande, mesmo os dois tendo uma data final.

O contrato de experiência serve para o funcionário ser avaliado, pois, se ele não se adaptar a empresa ou ao trabalho, ele poderá ser terminado na data final.

Tanto por parte do empregado quanto do empregador desde que não ultrapasse a data que ele finaliza.

Após a data final do contrato de experiência o trabalhador se torna um funcionário efetivo da empresa. Caso seja dispensado, a empresa fica obrigada a informá-lo previamente, e então ele cumpre 30 dias trabalhados ou indenizados pela empresa.

O contrato por prazo determinado também tem uma data para acabar, porém, ele não é como o de experiência, que pode ser de 45 dias e prorrogado somente por mais 45 dias.

Neste caso o contrato pode ser estendido, não podendo ultrapassar 2 anos. Dentro deste prazo o empregador poderá prorrogá-lo quantas vezes achar necessário, desde que ambas as partes concordem.

Veja Também: Saiba como incluir trabalho informal no currículo

Como incluir projetos temporários no currículo?

A maneira que você irá apresentar seus trabalhos temporários é o que pode fazer a diferença. Isso pode ser determinante no momento de conseguir a vaga de trabalho.

Se você souber fazer uma boa divulgação das suas experiências e chamar a atenção dos recrutadores, suas chances serão bem maiores.

A seguir iremos listar algumas dicas de como você deve incluir esses trabalhos no seu currículo sem cometer nenhum erro.

Então, vamos às dicas!

#1 Especifique os projetos temporários

Na elaboração do currículo, reserve um espaço para citar seus trabalhos temporários. Se você tiver poucas experiências com trabalho temporário, coloque apenas o nome do trabalho e o período.

Caso você tenha muitos trabalhos temporários para citar, coloque apenas o título do trabalho realizado e a data de conclusão.

Também é importante que você escolha os que mais se destacaram.

#2 Coloque o motivo do trabalho ter sido temporário

Vale sempre destacar as razões para que você tenha sido temporário em uma vaga de emprego.

Por exemplo, uma cobertura de férias, uma cobertura de licença maternidade ou até mesmo um serviço por etapa.

Esse ponto é muito importante, pois mostra que você não ficou mudando de emprego aleatoriamente e sim que você teve motivos para isso acontecer.

Lembre-se que ser temporário e não ser efetivado não significa que você não foi um bom funcionário.

Na verdade, isso significa que você foi contrato por tempo determinado, e nada impede que a empresa te efetive.

#3 Descreva os projetos temporários em que trabalhou

No caso do seu trabalho temporário ter sido voltado para um determinado projeto, vale muito a pena descrever o tipo do projeto, o que envolve esse projeto e como você colaborou para ele acontecer.

Por exemplo, na área de marketing e publicidade, você foi contratado para elaborar e divulgar uma campanha de um produto.

Ou um recrutador que foi contratado para selecionar profissionais de uma vaga que também era temporária, porém em grande demanda.

Seja específico e objetivo na apresentação, pois se ficar muito longo acaba não prendendo a atenção do recrutador.

#4 Organize seu currículo

Um bom currículo deve ser organizado, formatado corretamente e sem erros de português.

Alguns recrutadores verificam mais de 150 currículos por dia, então se o seu currículo não estiver organizado ele será rapidamente descartado.

Faça sempre uma boa revisão, se necessário mais de uma vez para não deixar nada errado e acabar sendo desclassificado de uma seleção devido a erros de português.

Coloque suas experiências por ordem de data, sempre do mais recente para o mais antigo, assim fica fácil o recrutador visualizar suas últimas experiências.

Uma dica muito importante, é manter os telefones sempre atualizados, carregados e com sinal, pois a maioria das vezes o candidato perde uma grande oportunidade por não atender o telefone, ou estar desligado.

Com todas essas dicas de como incluir projetos temporários no seu currículo, você não precisará mais descartar essas experiências tão importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *