Início » Currículo » Erros de português que desclassificam seu currículo

Erros de português que desclassificam seu currículo

Erros de português no currículo

Erros de português no currículo estão entre os principais fatores que desclassificam candidatos a uma vaga de emprego.

Além de causar uma má impressão sobre o candidato, esses erros podem dificultar a interpretação de informações e até mesmo causar confusão sobre o que foi informado no currículo.

O principal objetivo do currículo é chamar a atenção do recrutador, por isso é fundamental ter cuidado com o texto para que ele seja correto, objetivo e coerente.

Portanto, para você ter mais chances de conquistar a vaga, o currículo precisa ser impecável.

Isso significa informar tudo que é necessário de uma maneira objetiva e escrever corretamente.

Pensando nisso, listamos alguns erros de português que prejudicam o currículo. Veja quais são e saiba como evitá-los.

A importância de um currículo sem erros

O currículo é o primeiro contato que o recrutador tem com o candidato. Portanto, a principal missão do CV é chamar a atenção do recrutador e conseguir uma entrevista de emprego.

Mas se no primeiro contato o recrutador encontra erros básicos, até mesmo um profissional excelente pode ser desconsiderado para uma entrevista.

O fato é que os erros de português são um dos principais fatores para eliminação de candidatos.

De acordo com pesquisa realizada pela Catho, erros de português no currículo podem representar falta de domínio do idioma, falta de atenção e displicência.

Em suma, ter atenção com a escrita e gramática no currículo é tão importante quanto se apresentar bem na entrevista.

Como evitar erros de português no currículo?

Na verdade, elaborar um currículo livre de erros de português não é uma tarefa complicada. E você não precisa ser um professor de português ou um mestre da redação.

Para evitar erros de português no currículo você pode seguir o seguinte passo a passo:

  1. Saber quais são os erros mais frequentes para evitá-los.
  2. Usar um corretor ortográfico ou dicionário.
  3. Revisar com atenção e ler em voz alta.
  4. Pedir para outra pessoa revisar.

Se você seguir estes 4 passos, as chances de encontrar e eliminar erros no currículo serão grandes.

Quando revisar seu currículo, uma dica é ler em voz alta. Assim fica mais fácil de identificar erros gramaticais, uso exagerado de gerúndio, gírias e redundância de termos sejam identificados.

Para ajudar você com o primeiro passo, veja a seguir quais são os erros de português mais comuns no currículo.

Erros de português mais frequentes no currículo

A Língua Portuguesa é complexa e tem inúmeras regras. Além disso, o português possui um certo nível de dificuldade quanto à escrita.

Mas é possível evitar muitos erros de português no currículo se você souber quais são os mais comuns.

Os erros que você verá a seguir estão relacionados a diferentes aspectos da língua, como pontuação, ortografia, gramática e muito mais.

1. Erros de pontuação

A falta de vírgula é o erro de pontuação mais frequente no currículo. No entanto, há casos em que faltam ponto final, dois pontos, ponto e vírgula, entre outras pontuações importantes.

Por isso, é importante que o candidato saiba usar cada uma das pontuações para não cometer erros.

O ideal é prezar por frases curtas e objetivas. Você pode usar a fórmula sujeito + verbo + complemento. Assim fica mais fácil para o recrutador compreender todas as informações corretamente.

Uma dica é usar vírgulas como se fossem aspas, que você deve abrir e fechar. Dessa forma você consegue estruturar o texto mais facilmente. Além disso, você evita de usar frases sem fim ou sem coerência.

2. Erros de ortografia

Os erros de ortografia ocorrem principalmente por causa da digitação. Mas é importante estar sempre atento a esses detalhes.

Então, após finalizar o currículo, o candidato deve ler todo o conteúdo mais de uma vez para não deixar palavras escritas de maneira errada.

Esse tipo de erro é muito comum em currículos, e na maioria das vezes costuma ser determinante na escolha de um candidato para uma entrevista de emprego.

3. Erros de português com o uso de vírgula

Esse erro faz parte dos erros de pontuação, mas por ser tão comum, merece uma explicação melhor sobre o assunto.

O uso de vírgula é muito importante em diversas situações, mas é errado separar o sujeito do verbo, mesmo que a pausa pareça necessária.

Um exemplo deste erro seria: “os relatórios, deram uma visão clara dos problemas“.

Cometer esse erro mostra claramente que o candidato não possui domínio da Língua Portuguesa.

4. Erros de concordância e plural

Singular e plural são duas coisas distintas que merecem sua atenção na elaboração de um currículo, assim como a concordância verbal.

Ao usar pluralidade, deve se aplicar o mesmo conceito aos demais elementos que complementam a frase.

A falha mais comum é esquecer do “s” ou ainda começar no singular e terminar a frase no plural. Esses erros de concordância arruínam as chances do candidato à vaga de emprego.

Por exemplo, se você precisa enviar várias cartas de recomendação, o correto é escrever “seguem as cartas de recomendação“. Se fosse apenas uma, então seria “segue a carta de recomendação“.

5. Palavras erradas usadas comumente

Há uma série de palavras que confundem muitas pessoas, como os diferentes “porquês”, “mas e mais”, “haver ou a ver”, “onde e aonde”, “há e a”, entre outras.

Essas palavras caracterizam um dos erros mais comuns em currículos, que é o uso de palavras usadas comumente, mas que estão escritas de forma errada.

Na dúvida, uma simples busca na internet pode ajudar. Por exemplo, se você tem dúvida sobre usar “haver” ou “a ver”, basta pesquisar no Google.

6. Uso de linguagem informal

Para finalizar, é bom lembrar que na elaboração do currículo você deve evitar termos coloquiais ou gírias. Portanto, o melhor é usar linguagem formal.

Os mesmos cuidados devem ser seguidos na redação da carta de apresentação ou no e-mail para envio do currículo.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.