Início » Entrevista de Emprego » Como demonstrar inteligência emocional na entrevista de emprego

Como demonstrar inteligência emocional na entrevista de emprego

candidata mostrando inteligência emocional na entrevista de emprego

A inteligência emocional é uma característica bastante valorizada pelos recrutadores, mas que nem sempre está presente no currículo. Pelo menos não de forma explícita.

Na verdade, fingir na entrevista ter essa habilidade não é algo simples. Para convencer o recrutador que você tem inteligência emocional, é preciso demonstrar através de seu comportamento e histórico profissional.

Se você quer saber como mostrar que tem inteligência emocional numa entrevista de emprego, continue lendo.

Como a inteligência emocional pode ajudar no processo seletivo?

É comum que as pessoas fiquem nervosas durante uma entrevista de emprego. E isso acontece principalmente quando o candidato não se prepara adequadamente.

Então, para demonstrar que você consegue lidar com a pressão e os desafios diários no trabalho, o entrevistador precisa notar que você administra bem suas emoções.

Você já fez uma entrevista e achou que poderia ter tido um desempenho melhor? Talvez se você tivesse controlado melhor suas emoções, a vaga seria sua.

O fato é que o entrevistador sempre irá buscar por contratações assertivas.

É claro que as competências técnicas e experiência profissional são importantes. Mas no final, o recrutador poderá considerar um candidato que tenha um bom nível de inteligência emocional.

Afinal, pessoas que apresentam essa habilidade tendem a ser mais focadas, confiantes e flexíveis.

Por isso, para ter mais chances de conseguir a vaga, é fundamental demonstrar inteligência emocional na entrevista.

Veja Também: Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho

Como o recrutador identifica a inteligência emocional no candidato?

Um passo importante para conquistar uma vaga de emprego é se preparar para a entrevista.

Ter o perfil para a vaga e atender os requisitos é essencial. Mas muitas vezes, mesmo com o perfil ideal para o emprego, muitos candidatos falham na entrevista.

Então, para você não errar, listamos algumas perguntas que os recrutadores podem fazer durante a entrevista para medir sua inteligência emocional.

Quais são seus pontos fortes e fracos?

Candidatos com alto QE (quociente emocional) sempre terão uma resposta quando são questionados sobre seus pontos fortes e fracos.

Portanto, eles não demonstram vergonha quando falam sobre suas fraquezas. Pelo contrário, reconhecem como estão trabalhando para melhorar e dão exemplos de progresso.

Da mesma forma, pessoas com QE alto conhecerão bem seus pontos fortes e fracos. E usarão isso para aproveitar ao máximo as oportunidades, fazendo com que suas habilidades brilhem.

Para você, o mais importante é entender o que deu errado ou se concentrar em encontrar soluções?

O objetivo dessa pergunta é compreender se o candidato possui resiliência. Ou seja, se ele consegue ter “jogo de cintura” diante das adversidades que sempre surgem no local de trabalho.

Por isso, focar em soluções práticas para resolver os problemas mostra que o candidato não teme os desafios e se concentra no que realmente importa.

Pense agora em um colega de trabalho que virou seu amigo. Por que vocês se dão bem?

Há muita informação por trás da nossa própria percepção das relações.

Sem dúvidas, nossos relacionamentos interpessoais dizem muito sobre como somos. E os pontos em comum mostram ao entrevistador nossos interesses, hobbies, valores e entre outros.

Da mesma forma, se algum colega de trabalho tiver se tornado seu amigo, mostrará que você se preocupa em criar laços sólidos no ambiente profissional.

O que você poderia ensinar agora às outras pessoas?

Pode parecer uma pergunta aleatória, mas não é bem assim. Essa pergunta pode ser feita justamente para notar a capacidade de reflexão do candidato.

Além disso, a linguagem corporal, empatia e resiliência são outros pontos que podem ser avaliados.

Dicas para demonstrar inteligência emocional na entrevista

Como você já sabe, a inteligência emocional é uma característica muito valorizada no mercado de trabalho. Por isso, os recrutadores tentam identificar candidatos com esse perfil.

Então, parqa você conquistar a atenção do entrevistador, preparamos algumas dicas para você mostrar ao recrutador que tem inteligência emocional.

1. Ouça ativamente

Antes de mais nada, ouça atentamente todas as perguntas do recrutador.

Os recrutadores procuram uma resposta a partir de uma reflexão. Por isso, uma resposta imediata pode indicar que você ensaiou.

Então, ouça a pergunta primeiro, pense na resposta e responda em seguida, da forma mais natural possível. Não esqueça de olhar nos olhos do entrevistador quando responder.

Uma dica é repetir a pergunta com suas próprias palavras para ter certeza de que você a entendeu a mensagem da forma correta.

2. Aumente sua autoconfiança

Reconheça seus pontos fortes e fracos. Assim você poderá destacar seus pontos fortes e melhorar seus pontos fracos.

Falando em pontos fracos, não tenha medo de falar sobre isso. O importante é deixar claro que você está trabalhando para melhorar. Uma dica é dar exemplos de seu progresso.

Além disso, tenha consciência de quais são seus objetivos profissionais. Dessa forma você entenderá como trabalhar seu potencial, aumentando assim sua autoconfiança.

3. Aprenda a lidar com a pressão

Os desafios do dia a dia profissional requerem controle emocional e tomada de decisões baseadas na razão.

Portanto, para lidar com a pressão no trabalho é necessário que você tenha a percepção sobre suas emoções.

Dessa forma, suas ações e decisões serão muito mais assertivas.

4. Não tenha medo de falar sobre conflitos

Uma das características mais analisadas em processos seletivos é a capacidade de adaptação do candidato. Saber lidar de forma saudável com situações complicadas é uma habilidade cada vez mais valorizada.

Por isso, ao invés de apenas mencionar que você tem capacidade de lidar com conflitos, dê exemplos sólidos. Fale sobre situações em que você precisou colocar em prática essa habilidade.

5. Mostre que você aprende com seus erros

Uma entrevista nunca será focada apenas nos pontos fortes dos candidatos. Afinal, todos nós temos pontos fracos, e os profissionais de RH sabem disso.

E nesse caso a honestidade pode contribuir, e muito. É uma ótima maneira de ganhar a confiança do recrutador.

Mas, ao falar sobre uma fraqueza, sempre indique o que você está fazendo para melhorar esse ponto.

Isso vai mostrar que você é alguém que assume as responsabilidades e que busca reparar os erros que comete.

Para finalizar, jamais culpe outras pessoas. Isso irá demonstrar que você não possui inteligência emocional para lidar com as adversidades e as consequências de suas ações.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.