Veja como desenvolver a inteligência emocional no trabalho

COMPARTILHE
Inteligência emocional no trabalho

Saber lidar com as próprias emoções, mesmo sob pressão ou em circunstâncias nunca exploradas, é algo fácil para quem possui a inteligência emocional desenvolvida.

Esse conceito tem conquistado o mundo e já chegou nos ambientes de trabalho. Por isso, se você quer se destacar no mercado de trabalho vale a pena investir na inteligência emocional.

Além disso, o conceito poderá beneficiar a sua vida e sua carreira em diversos aspectos. Veja a seguir mais detalhes sobre esse conceito e como desenvolvê-lo.

O que é inteligência emocional?

Inteligência emocional é um conceito que expressa a habilidade de saber controlar as próprias emoções.

O termo criado por Daniel Goleman em 1990 já foi mencionado até mesmo por Charles Darwin, onde ele explicou sua teoria sobre a adaptabilidade que o indivíduo possui para sobreviver, inclusive no contexto das emoções.

Basicamente, a inteligência emocional é saber lidar com as próprias emoções em diferente situações.

Geralmente, quando estamos com raiva temos o impulso de brigar, gritar e agir negativamente.

Contudo, uma pessoa com inteligência emocional deixa suas emoções de lado e pensa antes de agir ou tomar uma decisão.

Veja Também: Saiba tudo sobre Ikigai

Os benefícios da inteligência emocional para a vida são evidentes: maior controle sobre as emoções, facilidade em lidar com diferentes situações, saber se adaptar em diversas circunstâncias, lidar com pessoas com mais sabedoria, entre outros.

Por isso, esse conceito tem se espalhado em diversos setores, inclusive no trabalho.

Inteligência emocional no trabalho: qual a sua importância?

Todo ambiente de trabalho exige imparcialidade em relação às próprias emoções.

Claro que nem sempre isso é possível, mas saber lidar com as próprias emoções é a forma mais recomendada para se relacionar com colegas de trabalho, enfrentar os desafios profissionais e se adaptar a esse ambiente.

A inteligência emocional pode trazer muitos benefícios para a sua vida, inclusive no trabalho. Por exemplo:

  • Melhorar seu autoconhecimento como profissional;
  • Possibilitar criar relações profissionais;
  • Saber lidar com situações e momentos de pressão;
  • Ampliação do networking;
  • Aumento do companheirismo e cumplicidade;
  • Facilidade em aprender e superar desafios;
  • Maior capacidade de resiliência;
  • Oportunidade de crescimento profissional;
  • Facilidade em liderar.

3 dicas para desenvolver a inteligência emocional

Agora que você já sabe dos benefícios que esse conceito pode trazer para sua carreira profissional, vamos às dicas de como desenvolver essa habilidade no trabalho.

1. Amplie seu autoconhecimento

Primeiramente, quem quer desenvolver a inteligência emocional precisa se conhecer, saber quais são seus impulsos, o que te deixa feliz, com medo, frustrado, e quais são suas ações em diferentes situações, entre outras coisas.

Isso permitirá que você entenda quais gatilhos que te motivam a realizar coisas boas e quais te levam a ações ruins.

Tudo isso é importante para entender como funciona sua forma de pensar, sentir e agir.

Veja Também: Teste gratuito para descobrir o seu tipo de personalidade

2. Confie mais em você

Pessoas confiantes não se limitam, sabem do que são capazes e agem, na maioria das vezes, de forma positiva.

Por isso, esse é um passo importante para desenvolver a inteligência de lidar com suas emoções.

Para se tornar uma pessoa mais confiante faça coisas que nunca fez, exponha suas ideias ou opiniões e se arrisque mais.

Veja Também: Como se diferenciar no mercado de trabalho

3. Saiba trabalhar suas emoções negativas

Saber lidar com emoções positivas é fácil, porém, o grande desafio é lidar com suas emoções negativas.

Como você se comporta quando está triste? Em momentos de raiva você sabe controlar suas emoções?

Faça essas e outras perguntas para entender como você age e descubra formas de lidar com a raiva, frustração, impaciência, tédio, entre outras emoções negativas.

Veja Também: Saiba como lidar com a pressão no trabalho

Mas não se engane, lidar com as emoções não é o mesmo que negá-las e não se permitir sentí-las. Lidar é o mesmo que aceitar, entender, analisar, não se deixar levar e não permitir que as emoções gere ações ruins em sua vida.

Coloque todas essas dicas em prática e veja o quanto a inteligência emocional trará benefícios para sua vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *