Coisas que você não deve fazer ao sair da empresa

COMPARTILHE
Dicas para sair da empresa numa boa

Sair da empresa, seja por demissão ou por ter encontrado uma oportunidade melhor, é uma situação que muitos profissionais já viveram ao longo da carreira.

Mas, por mais que isso seja parte do processo, é preciso levar em consideração alguns pontos para tornar esse momento positivo para você. Por exemplo, não transformar esse desligamento em algo definitivo.

Você pode deixar a empresa hoje, mas saindo com uma boa imagem, pode ser que depois de algum tempo você receba uma proposta (talvez melhor).

No atual cenário que se encontra o mercado de trabalho, é importante ter uma carta na manga.

Por isso, encerre seu ciclo com dignidade e profissionalismo.

A entrevista de desligamento

Você pode até estar seguro de que nunca mais voltará para a empresa. Mas isso não quer dizer que você tem que lavar toda a roupa suja ao sair.

Portanto, é justamente na entrevista de desligamento que você deve se atentar a isso.

Para quem não sabe, esse processo ocorre quando alguém é desligado de uma empresa. A entrevista acontece para que a empresa descubra se existem problemas, e desta maneira, possa resolvê-los no futuro.

Isso quer dizer que o entrevistador fará perguntas, como se você está saindo por algum motivo específico.

Então, é neste momento que você deve tomar uma atitude profissional e só fazer apontamentos realmente necessários. Não seja tentado pelo revanchismo!

Veja Também: Erros que mais causam demissão

Sair da empresa sem fechar portas

Por mais que você tenha vontade de jogar todas as reclamações sobre determinadas pessoas na hora da entrevista de desligamento, tente ser profissional.

Às vezes, suas reclamações podem ser mais pessoais do que profissionais.

Então, caso isso seja percebido pelo RH, você pode sair como alguém que não sabe conviver com os outros no ambiente de trabalho.

E ninguém quer ser visto como aquela pessoa chata, que só sabe reclamar.

Veja Também: Saiba como ser reconhecido no trabalho

O que não fazer ao ser desligado do trabalho

Como você já sabe, nunca sabemos o dia de amanhã… Por isso, é preferível deixar uma porta aberta para o futuro.

Para ajudar você a sair da empresa como um ótimo profissional, vamos falar com mais detalhes sobre o que você não deve fazer ao sair da empresa.

1. Falar mal do chefe ou dos colegas

Muita gente acredita que a entrevista de desligamento é o momento de revelar todos os erros e defeitos dos colegas de trabalho. Mas acredite, não é!

Essa conversa não é um momento para terapia, então tenha controle sobre o que vai falar. Afinal, suas reclamações podem ser mais pessoais do que profissionais.

O momento de falar sobre suas insatisfações no trabalho já passou. Por isso, agora não vale a pena falar de assuntos negativos.

Portanto, tente focar nos apontamentos pertinentes sobre a empresa, de forma geral, e não a uma única pessoa como forma de vingança.

2. Ficar preso ao passado

Outro erro comum que muitos profissionais cometem ao sair da empresa é usar a entrevista de desligamento para falar sobre o que passou no trabalho.

Isso não é errado. Você realmente precisa dizer o que viveu, mas não esqueça também de listar tudo o que aprendeu.

Da mesma forma, fale sobre o que vai levar desta vivência para os próximos lugares que passar.

3. A sua verdade não é soberana

Você pode achar que tem toda razão sobre os motivos que fizeram você sair da companhia. Mas tome cuidado com isso!

Por mais que você ache que tem razão, não quer dizer que a sua verdade é a que vale.

A empresa sempre vai levar em consideração a versão dos fatos de quem permanece na empresa.

Então, fique atento: tente sair numa boa com todo mundo.

Isso pode garantir uma recomendação no futuro, um convite para um cargo melhor, além de ser ótimo para o seu networking.

4. Fazer ameaças

Durante a entrevista de desligamento, ou até mesmo na conversa com o cefe, o tom nunca pode ser de ameaça.

Por exemplo, não fale que o projeto em que você estava irá fracassar com sua saída. Ou pior ainda, nunca diga que os clientes que você atendia irão abandonar a empresa.

Tudo bem achar que a empresa deveria ter valorizado o seu trabalho, mas este não é o momento de falar sobre isso.

Se você gostaria de ter sido mais valorizado, deveria ter dados sinais antes e não na saída. O melhor a fazer neste momento é preservar sua imagem profissional.

5. Deixar pendências

Antes de sair, deixe claro para o seu chefe e seus colegas que você irá solucionar todas as suas pendências.

Muitos profissionais não se preocupam com isso, e acham que os problemas da empresa não são mais problemas seus. Mas isso é um grande erro.

Lembre-se: no mercado de trabalho, você pode encontrar um colega de trabalho. Por isso, pense sempre na sua imagem profissional.

Mesmo que você não tenha recebido o devido valor na empresa, não adianta se vingar deixando pendências ou não repassando informações. Isso só irá prejudicar você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *