Rebranding pessoal: Saiba o que é e como fazer

Imagem de profissional avaliando fazer rebranding pessoal

Você já conhece o termo marca pessoal, mas você sabe o que significa rebranding pessoal? Esse é um conceito muito importante para a carreira.

O fato é que todos nós mudamos com o tempo. Nossos olhares mudam, nossas paixões mudam, e nossos objetivos também mudam.

Seria ridículo esperar que nossa marca pessoal permanecesse a mesma durante toda a sua existência. Isso seria chato. Mas então o que fazer?

O que é rebranding pessoal?

Rebranding pessoal é o ato de se reinventar e reformular ou remodelar sua marca pessoal.

Este processo ajuda você a definir o seu EU autêntico e único. Ou seja, é um trabalho de reposicionamento da sua marca pessoal.

É importante deixar claro que o rebranding pessoal não é necessário apenas porque algo está errado com sua carreira ou marca.

O processo de reposicionamento ocorre, por exemplo, quando você resolve mudar de carreira.

Exemplo de rebranding pessoal

Um bom exemplo de rebranding pessoal é o seguinte:

Imagine um jornalista que se descobriu apaixonado por programação e resolveu largar o jornalismo para se formar em Engenharia de Software e trabalhar nessa área.

Neste caso será necessário um reposicionamento, uma mudança na marca pessoal. Ou seja: rebranding.

Por que fazer rebranding pessoal?

Criar uma marca pessoal forte é muito importante. Afinal, ela é sua carta de apresentação.

Muitos especialistas em RH afirmam que é necessário cuidar de como nos vendemos para o mundo e quais valores transmitimos como profissionais.

Na verdade, hoje em dia todo profissional deve ter sua própria estratégia de marketing pessoal, de uma maneira ou outra.

Mas o que fazer quando você percebe que precisa mudar de carreira ou até recomeçar do zero?

Como as bases e valores transmitidos podem ser alterados para se encaixar no novo mercado? Ou para representar novos valores e novas capacidades?

Aqui entra o rebranding pessoal. E esse processo de se reinventar não é impossível. Na verdade é até fácil. Mas é fundamental que seja feito alguns cuidados.

Imagem de profissional durante palestra
O rebranding pessoal é um processo contínuo que pode impulsionar sua nova carreira

Como fazer rebranding pessoal

O rebranding pessoal pode desempenhar um papel importante na carreira.

Muitas pessoas pensam que fazer um rebranding simplesmente significa melhorar a imagem. Mas a verdade é que o verdadeiro rebranding vai muito mais fundo.

Então, se você está pensando em mudar de carreira, veja algumas dicas para fazer rebranding da maneira correta.

Pense em você como uma marca

Uma empresa faz rebranding da marca quando sua imagem já não reflete mais a realidade, quando as condições do mercado mudaram ou quando querem fazer algo novo.

Dependendo da necessidade, isso pode ser relativamente simples. Por exemplo, renovar um logotipo para ficar mais moderno.

O mesmo acontece com sua marca pessoal. Então, em uma extremidade da escala, você pode apenas renovar seu guarda-roupa.

Por outro lado, você pode fazer um esforço conjunto para se reposicionar como um solucionador de problemas ou alguém com experiência liderando grandes projetos.

Leve sua imagem a sério

Muita gente não leva sua imagem à sério. Um exemplo disso é o profissional que quando é promovido a um cargo de liderança, permanece com a mesma imagem de quando era um estagiário.

Pequenas coisas como sapatos arranhados e roupas desgastadas sutilmente acabam com qualquer boa impressão que você possa estar passando.

Da mesma forma, lapsos no cuidado pessoal, como deixar seu cabelo desarrumado, pode ter um impacto negativo maior do que você pode imaginar.

Lidar com essas falhas melhora a percepção dos outros sobre você. Além disso, também pode facilitar qualquer rebranding mais profundo que você possa considerar.

Expanda seu networking

Às vezes, pessoas que conhecem você há muito tempo têm problemas em vê-lo de uma nova maneira.

Quer um exemplo? Se você era um analista de investimentos as pessoas podem ter dificuldade em ver você em uma organização sem fins lucrativos.

Isso é compreensível. Você está mudando, e eles não. Então, amplie seu networking!

Você não tem que largar os antigos conhecidos. Mas se você está falando sério sobre se reinventar, amplie sua rede para novas pessoas.

As vantagens para sua nova carreira são inúmeras, mas uma delas é que você não precisa convencer ninguém sobre sua mudança.

Seja autêntico

Seu rebranding precisa ser real. Se você tentar ser algo que você não é, não vai soar verdadeiro.

Por exemplo, seria difícil para um profissional com reputação de tomar decisões bem pensadas de repente se tornar um grande tomador de risco.

Não seria crível. Na verdade, para fazer um rebranding pessoal, você não precisa mudar suas atitudes ou forma de agir e pensar.

Mas isso não quer dizer que você não pode mudar as percepções de si mesmo.

Portanto, o novo você precisa estar enraizado em alguma parte de quem você realmente é.

Ajuste sua presença nas redes sociais

Se o que você quer é mudar de carreira, então um bom começo é mudar sua presença nas redes sociais.

Você pode se conectar com grupos da nova área, seguir novos perfis, publicar novos conteúdos ou atualizar suas descrições.

Estes são são pontos-chave para você vender ao mundo sua nova imagem, de uma maneira diferente.

Busque ajuda profissional

Planejar e gerenciar um Plano B, um rebranding pessoal, não é rápido nem muito fácil.

Portanto, esse pode ser um bom momento para buscar ajuda profissional.

Procure alguém que tenha trabalhado com sucesso em casos de transição ou rebranding pessoal.

Ou seja, alguém que projeta uma marca pessoal inspiradora e que tenha empatia para se colocar no seu lugar.

E lembre-se, não se trata apenas de visibilidade. Primeiro você tem que definir um modelo de negócio sólido e um plano.

Por isso, trabalhe na construção e desenvolvimento de sua marca, independentemente de onde você esteja em seu caminho profissional.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *