Início » Mercado » Setores que ainda oferecem oportunidades apesar da crise

Setores que ainda oferecem oportunidades apesar da crise

Oportunidades na crise

Com um cenário internacional de incertezas e a competição cada vez maior no mercado de trabalho, muitos brasileiros estão com dificuldades em conseguir um emprego com um salário maior.

Embora a desaceleração do mercado ainda seja uma realidade, ainda há setores que estão gerando emprego e oferecendo ótimas oportunidades de carreira.

Saiba quais são os setores que ainda oferecem boas oportunidades e veja como aproveitar.

Setores com oportunidades apesar da crise

A chegada da pandemia, o conflito na Europa e a inflação mundial, fizeram com que muitos negócios enfrentassem dificuldades.

Mesmo assim, algumas áreas conseguiram expandir neste período e estão gerando emprego e oferecendo oportunidades para bons profissionais.

Veja quais são esses setores:

Tecnologia

Apesar da crise, empresas de tecnologia têm conseguido manter o crescimento e gerar emprego com ótimas remunerações.

O salário de um Diretor de TI, por exemplo, pode ultrapassar os R$ 22 mil.

O motivo para o aquecimento do setor é que a necessidade de investimento em tecnologia por empresas de todos os setores mantém a demanda por profissionais da área.

O maior número de oportunidades na área são para desenvolvedores de software, analistas de dados e técnicos de suporte.

Uma vantagem da área é que muitas vagas oferecem a possibilidade de home office. Isso faz com que muitos profissionais possam trabalhar inclusive para empresas no exterior.

A dica para ter mais oportunidades neste setor é investir no inglês e se atualizar constantemente.

Saúde

O mercado de trabalho para profissionais de saúde viveu uma explosão de contratações, principalmente no período mais crítico da pandemia.

O setor da saúde ainda é o que mais gera empregos com carteira assinada, desde o início da pandemia.

Além disso, o setor é favorecido pelo envelhecimento da população brasileira e o maior acesso a planos de saúde.

E as oportunidades devem continuar crescendo. Afinal, as pessoas estão mais atentas à própria saúde.

Atualmente, são 2.688.000 milhões profissionais de saúde, o maior número da série histórica do Caged.

O número de pessoas contratadas subiu em todas as regiões do país, com destaque para o Norte e Nordeste.

Muitas oportunidades para profissionais de enfermagem, médicos, farmacêuticos e profissionais de logística.

Educação

A educação foi outro setor que passou por transformações por causa da pandemia.

Com o fechamento das escolas e universidades, muitas instituições investiram no EAD para continuar com as aulas.

Além disso, muitas pessoas aproveitaram o tempo livre para fazer cursos e participar de palestras online.

No longo prazo, as perspectivas para o setor de educação são de crescimento. Os investimentos no setor são tendência, tanto na esfera pública como no setor privado.

O segmento oferece oportunidades em funções acadêmicas e administrativas.

Seguros e Setor Financeiro

A demanda por profissionais da área financeira continua em alta, principalmente para aqueles que possuem um conhecimento mais amplo dos negócios e que sabem como reduzir custos e ampliar vendas.

No setor há também uma demanda crescente por profissionais da área de Compliance (que cuida dos controles e regras de transparência), devido aos recentes escândalos internacionais.

Apesar do aumento dos índices de inadimplência, o setor de seguros e os bancos estão resistindo bem à desaceleração da economia.

Vendas

O profissional de vendas é quem pode fazer a diferença em tempos de crise. Por isso, há uma grande procura por aqueles que conseguem trazer resultados nessa área.

O comércio varejista, em especial o de alimentos e higiene pessoal, não deve sofrer de imediato os impactos da alta da inflação.

Com a utilização cada vez maior do comércio eletrônico, o setor deve continuar oferecendo boas oportunidades.

Profissionais de vendas, tecnologia e marketing ainda encontram muitas oportunidades nesse setor.

Agronegócios

O agronegócio tem grande participação na economia brasileira e é responsável por gerar muitas oportunidades de emprego.

O crescimento da safra, a melhoria da infraestrutura e o aumento das exportações contribuem para o crescimento.

De acordo com dados do Cepea, em 2021 o agronegócio empregou 1 em cada 3 trabalhadores brasileiros.

Portanto, a demanda por mão de obra qualificada é grande e crescente. Além disso, a variedade de oportunidades neste ramo é ampla.

Técnicos em Agropecuária, Agrônomos e Médicos Veterinários são alguns exemplos de profissões que encontram muitas oportunidades no setor.

É hora de mudar de emprego?

Em tempos de estagnação econômica as empresas estão buscado profissionais mais experientes e versáteis.

Então, se você tem essas características, encontrará mais oportunidades.

Por exemplo, fluência em outros idiomas e especializações em uma determinada área de atuação são vantagens significativas, principalmente em tempos de retração econômica.

Na área de TI por exemplo, profissionais com habilidades como gestão e comunicação têm um bom diferencial.

Na engenharia, aqueles que ainda na faculdade começaram a estagiar ou participaram de programas de trainee se destacam da concorrência.

Por isso, antes de optar por uma mudança de área, o profissional dos setores que estão em alta precisa ter em mente que a maioria dessas transições não possuem perspectiva de aumento salarial.

Ou seja, na hora de considerar uma mudança de emprego, é preciso ponderar outros pontos.

Por exemplo, a situação em que empresa se encontra, o plano de carreira oferecido e como ela investe nos profissionais.

Antes de buscar um novo emprego, identifique o que realmente está motivando o seu desejo de mudança. Se a motivação for salário, você deve estar ciente de que hoje está mais difícil uma mudança com ganhos salariais significativos.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.