Como dar feedback negativo no trabalho? Veja passo a passo

COMPARTILHE
feedback negativo

Todo líder vivenciará situações onde deverá conduzir sua equipe ou um membro por meio do feedback.

Em diversas situações, o feedback negativo deve ser usado para mostrar ao colaborador que ele precisa melhorar em algo. Essa estratégia pode ser comparada a uma crítica formal.

No entanto, é comum que pessoas à frente de uma equipe se sintam constrangidas de passar um feedback negativo.

Esse é um assunto delicado em diversas situações e causa receio para quem aplica o feedback e um certo medo para quem recebe esse tipo de chamada no trabalho.

Para ajudar você, reunimos algumas dicas para você dar um feedback negativo da maneira correta.

Essas dicas valem tanto para quem precisa dar um feedback quanto para quem irá receber.

O que é feedback negativo?

Um feedback negativo ocorre quando a pessoa responsável por uma equipe informa a um ou mais membros que sua conduta ou comportamento não condizem com a cultura organizacional da empresa.

Quando os objetivos ou metas propostas não estão sendo cumpridos por um trabalhador, é comum que seu líder o traga para o caminho proposto novamente.

O líder é a pessoa responsável por passar essa mensagem para sua equipe, procurando sempre encorajá-los a seguir pelo melhor caminho.

Desta forma, o feedback negativo pode ser entendido como um retorno importante para quem passa e para quem recebe.

É uma forma de apontar que algo está errado e a maneira correta de se fazer isso em um ambiente de trabalho.

Veja Também: Diferença entre feedback e crítica

Quando dar um feedback negativo?

O melhor momento de dar um feedback negativo dependerá de vários fatores. Na verdade, muitos desses fatores estão ligados a especificações pré-determinadas por cada empresa.

Quando pontos importantes acordados entre o colaborador e a empresa deixam de ser cumpridos, o feedback negativo passa a ser uma ferramenta necessária.

É natural que essa orientação gere alguma pressão ou até rejeição do funcionário que a recebe.

Então, é fundamental que o responsável por passar essa mensagem realmente saiba quando deve fazer isso.

O momento certo de um feedback negativo será sempre o momento necessário.

Por exemplo, em áreas de atuação onde o profissional é responsável pela vida de outras pessoas, como é o caso de médicos, enfermeiros, bombeiros e policiais, a margem de erro deve ser zero. Afinal, erros podem ser fatais.

Desta forma, o líder hierárquico destes profissionais deve ser pontual em um feedback negativo, sem hesitar ou procrastinar sua chamada.

Além disso, o melhor momento para dar um feedback também está relacionado ao melhor ambiente para isso.

Ou seja, o feedback negativo deve ser passado em particular quando for direcionado a um colaborador. Isso deve acontecer em uma conversa reservada.

Você também pode dar um feedback para a equipe inteira, independente se apenas um dos membros não está dando tudo de si.

Isso é comum no mundo dos esportes coletivos e em setores de vendas, por exemplo. Quando uma equipe deixa a desejar, é comum que o líder passe um feedback simultâneo a fim de cativar o mesmo objetivo em todos.

Em geral, o feedback dependerá da percepção de cada líder, das metas estabelecidas para cada membro da equipe e do melhor ambiente para esse tipo de conversa.

Dicas para dar feedback negativo no trabalho

Saber quando e como dar um feedback negativo no trabalho é algo que depende de cada líder, mas algumas dicas podem ajudar.

Dosar o tom de voz na maneira certa, escolher o melhor local, são pontos fundamentais para essa conversa ser produtiva e construtiva.

Confira as dicas!

1. Seja Impessoal

Não importa se o funcionário é alguém da sua família, um amigo próximo ou alguém que você tenha mais apreço do que por outros.

Então, se você precisa dar um feedback negativo, seja impessoal e preserve os princípios e missão da empresa em primeiro lugar.

Durante a conversa, é fundamental que o colaborador não se deixe levar por sentimentos pessoais.

2. Objetividade

Ser claro e objetivo é muito importante no feedback negativo ao longo de uma reunião.

Por isso, o ideal é ir direto ao assunto sem rodeios. Explique de forma clara o que está ruim e o que precisa mudar.

Você deve passar e repassar mentalmente essa conversa para que ela seja o mais breve e objetiva possível. Portanto, planeje tudo antes.

3. Palavras de incentivo

Enfatizar a parte positiva de um feedback é muito importante. Afinal, isso mostra para o colaborador que se trata de algo construtivo para todos.

Por exemplo, recorrer a elogios (sem rodeios) ajuda o colaborador a se sentir motivado.

Utilize um tom de voz calmo e sério na hora de apontar os pontos negativos. Além disso, demonstre empolgação e crença na hora de apontar as soluções.

4. Acompanhe regularmente

Não basta simplesmente dizer que há um problema e esquecer o assunto. Você deve criar um plano de desenvolvimento com encontros regulares.

Portanto, forneça orientação e peça à pessoa para confirmar as etapas implementadas. Além disso, em cada encontro verifique se o resultado melhorou.

Isso ajudará você a construir uma relação de confiança com o colaborador. Da mesma forma, facilitará os próximos feedbacks.

Com essas dicas, espero que seja mais fácil dar um feedback negativo no trabalho. O importante é você entender a importância dessa abordagem para o crescimento profissional da sua equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *