O que evitar na elaboração do currículo

Erros na elaboração do currículo

Muitos candidatos se concentram no que devem incluir no currículo, mas prestam pouca ou nenhuma atenção ao que não devem incluir. O conteúdo e formato é o que faz a diferença entre ser chamado para uma entrevista ou ter o CV descartado.

O recrutador tem a difícil tarefa de levantar as qualificações, formação e experiência dos candidatos apenas folheando o currículo em poucos segundos. Um currículo bem elaborado é uma das melhores formas de marketing pessoal e além de despertar o interesse do recrutador, pode garantir um convite para uma entrevista.

Erros que devem ser evitados no currículo

A seguir listamos alguns erros que você deve evitar na elaboração do seu currículo.

Título do currículo

Não inclua no título termos como “Curriculum Vitae” ou “Curriculum”. Inicie o currículo com o seu nome e dados de contato.

Números de documentos

Não é necessário mencionar documentos como CPF, RG, Título de Eleitor, Passaporte, etc. Esses dados devem ser fornecidos à empresa no momento da contratação ou se solicitado pelo recrutador.

Foto

Apenas inclua foto no CV se a empresa solicitar. Incluir foto no currículo sem ser solicitado pode soar negativo e ultrapassado.

Em caso de necessidade, a foto deve ser profissional. Evite a todo custo roupas informais, exagero na maquiagem, óculos escuros, poses engraçadinhas, etc.

Informações desatualizadas

Informações de contato desatualizadas como email e telefone podem dificultar o contato, fazendo com que o candidato não seja chamado para uma entrevista.

Caso suas qualificações e experiências estejam desatualizadas, você pode ser desqualificado para a vaga por não se encaixar nos requisitos.

Atualize seu currículo sempre que houver mudanças e novas informações.

Ausência de dados pessoais

Não incluir dados importantes como email ou endereço residencial no CV pode prejudicar o candidato.
O ideal é incluir estes dados logo no início do currículo.

Dados pessoais além das informações de contato

Não inclua nenhuma informação pessoal além de endereço, email e telefone. Dados como altura, peso, religião, afiliação política, nome dos pais, filhos, dentre outros, devem ser deixados de fora.

Informações de contato não profissionais

Jamais inclua um email do tipo [email protected] ou [email protected] Prefira um serviço de email conhecido e tente usar alguma combinação como nome e sobrenome.

Redes Sociais

O candidato deve incluir as redes sociais se julgar a ferramenta adequada. Não é aconselhável mencionar as redes em que expõe mais a vida pessoal.

Se você incluir o seu perfil do Linkedin, lembre-se de manter os dados exatamente como no seu currículo para não haver divergências.

Cursos defasados, fora da área ou excesso de cursos

Os recrutadores valorizam a formação constante mas não exagere incluindo no currículo cursos antigos ou fora de sua área de atuação, apenas inclua os cursos mais relevantes para sua profissão ou a vaga em questão. Para aqueles que concorrem a cargos executivos esta regra deve ser seguida com rigor.

Atençao à quantidade de cursos: tente incluir não mais que cinco cursos.
Uma ideia de formatação para a lista de cursos seria: Nome do Curso + Nome da Instituição + Mês/Ano da conclusão.

Desequilíbrio entre formação e experiência

Tenha cuidado com o equilíbrio entre a formação acadêmica e o experiência profissional. O ideal é que exista coerência na sua trajetória profissional.

Dados de contato de escolas, faculdades ou empresas anteriores

Endereço da faculdade, Endereço ou telefone dos trabalhos anteriores não devem ser incluídos no currículo.

Salário

Só mencione salário no currículo se for exigido pela empresa. Nem pensar em incluir os salários dos trabalhos anteriores.

Não ser específico

Recrutadores precisam entender o que você fez e conquistou no decorrer da sua experiência profissional.

Veja os exemplos abaixo:

Caso 1: Atuação em seleção de pessoal e departamento pessoal.
Caso 2: Atuação em recrutamento, seleção, treinamento sendo responsável por mais de 40 processos seletivos.

Notou a diferença? As duas frases descrevem o mesmo profissional mas o segundo exemplo é mais específico e rico em detalhes o que facilmente atrairia a atenção do recrutador.

Inclua números, resultados alcançados e detalhe aquilo que é relevante.

Palavras-chave

Muitos currículos são analisados por sistemas automáticos antes de passar pelas mãos de um profissional de RH, por isso é importante que você inclua palavras-chave relacionadas à sua área de atuação.

Profissionais de tecnologia devem reforçar a atenção neste ponto, já que muitas tecnologias são descritas como siglas ou palavras chave.

Ênfase ao início da carreira

A sua experiência profissional deve estar em ordem descrescente, do último emprego para o primeiro.

Caso o candidato tenha uma vasta experiência profissional, com várias empresas e muitos anos de carreira, não é necessário incluir todas as experiências. Tente focar nas últimas 5 empresas ou últimos 10 anos.

Currículo muito extenso

Se o candidato está em início de carreira, uma página é o suficiente. Já se o candidato possui mais experiência, o limite de duas a três páginas deve ser obedecido. O motivo é simples: currículos longos tornam a localização de informações relevantes mais difícil. A regra de ouro é elaborar um currículo claro e objetivo, resumindo as experiências, qualificações e conquistas profissionais.

Erros gramaticais e revisão de texto

Este ponto é extremamente importante. Erros de português ou ausência de revisão de texto causam uma impressão negativa que muitas vezes resultam em desqualificação do candidato. Tenha extremo cuidado ao escrever, não utilize gírias e fique atento a erros de digitação. Utilize o corretor ortográfico, dicionário e peça para alguém revisar seu currículo.

Referências

Informações de referência devem ser entregues em uma folha a parte, apenas se solicitado durante a entrevista.

Algo negativo em relação aos seus chefes ou empresas anteriores

Nunca fale mal de empresas ou chefes anteriores no currículo nem na entrevista.

Viagens

Só mencione viagens que agregam valor profissional como cursos no exterior ou intercâmbios. Jamais inclua viagens culturais, excursões, férias ou viagens profissionais a cidades vizinhas.

Hobbies e interesses

A maioria das empresas não querem ver no seu currículo seus hobbies ou interesses não relacionados à sua área de atuação. É desnecessário incluir por exemplo que você gosta de esculpir em pedra-sabão. Durante a entrevista de emprego, caso seja perguntado comente sobre seus interesses e hobbies, mas seja autêntico: não invente interesses ou atividades para parecer mais interessante.

Palavras ou ideias negativas

Evite falar do que você não conquistou ou deixou de realizar. Foque na sua experiência, realizações ou conquistas que você está prestes a alcançar.

Exemplo: Se você ainda está na graduação, não diga “Não graduado”, melhor incluir o ano da conclusão do curso. Para aqueles que não concluiram a graduação, inclua os semestres cursados.

Currículo desatualizado

Este erro pode custar o seu novo emprego. Sempre envie currículo atualizado e com informações de contato. Nunca inclua dados manuscritos. Caso tenha mudanças, atualize usando um editor de texto.

Mantenha seu currículo sempre atualizado, independente de estar trabalhando ou não. Outro ponto importante é verificar se o arquivo é o correto antes de enviar para seleção.

Uma dica: salve o seu currículo seguindo o padrão cv_nome_sobrenome.docx ou curriculo_nome_sobrenome.docx.

Informações confidenciais

Não mencione informações confidenciais das empresas em que trabalhou. Este é um erro grave que revela uma postura inadequada, e o pior é que as chances de seu CV ir direto para a lixeira são enormes. Tenha cuidado com nomes de clientes, projetos confidenciais ou detalhes de tecnologias.

Autoelogio e características comportamentais

Frases como “Trabalho em equipe“, “Excelente habilidade de comunição” e “Profissional com iniciativa e que adora aprender” devem ser evitadas. As habilidades são sempre valorizadas pelas empresas mas não é necessário incluir no currículo.

Melhor que utilizar frases prontas é quantificar resultados obtidos. Cite atividades em que fez a diferença ou conquistas realizadas. Números são bem-vindos.

Mentiras

Talvez o pior erro que um candidato possa cometer no currículo. Nunca, jamais minta no CV. É a pior armadilha em que o profissional pode cair. Os riscos de contradição são enormes e você pode passar por situações constrangedoras.

Seja honesto, inclua somente formação, experiências e conhecimentos reais.

O nível de conhecimento também é importante. Se a vaga exige conhecimento avançado numa ferramenta, não minta dizendo que possui nível avançado quando apenas conhece o básico. Lembre-se que a mentira pode ser descoberta na entrevista, em um teste prático e até mesmo na leitura do currículo.

Idioma

Dizer no currículo que você tem inglês fluente quando seu nível é básico ou intermediário é um erro fatal. Seja transparente, se você mentir no currículo poderá ser desmascarado na entrevista ou em um teste.

Um erro bastante comum é com relação ao idioma espanhol. Muita gente inlui no CV Espanhol Básico ou Intermediário quando não passa de um “portunhol” desajeitado. Seja honesto, só mencione idiomas que conhece com as respectivas especificações de nível (básico, intermediário, avançado ou fluente).

Formatação inadequada

Não utilize fontes diferentes, tamanhos exagerados ou cores chamativas. Prefira fontes clássicas como Arial ou Times New Roman com tamanho legível e cor preta.

Uma exceção seria profissionais ligados a criação e arte. Neste caso é permitido inovar na formatação e apresentação do currículo.

Tipo de arquivo incorreto

Fique atento aos requisitos da vaga. Se a empresa solicita arquivo PDF, converta seu currículo para tal formato. Tenha cuidado especial com versões do Office ou outros editores de texto. Antes de enviar o CV, faça um teste: envie para um conhecido e peça para ele abrir e verificar se está tudo certo.

Formação

Não inclua todo o seu histórico escolar. O correto é mencionar sua última formação e especializações posteriores. Siga o formato Nome da Instituição + Ano de conclusão.

Verbos

Substitua frases que utilizam verbos na primeira pessoa do plural como “Atuamos no suporte ao usuário” por uma frase de ação como “Atuação em suporte ao usuário”. Não faça referência a si utilizando a terceira pessoa como “Gerenciou projetos”.

Motivo de desligamento das empresas anteriores

Não é necessário incluir no currículo. Você pode discutir melhor sobre isso durante a entrevista.

Assinatura

Hoje não é tão comum mas ainda há quem assine o currículo, e alguns até reconhecem firma em cartório. Não assine nem rubrique o currículo, é totalmente desnecessário.


Deixe o seu comentário e se inscreva na nossa newsletter para receber dicas de carreira e vagas de emprego e estágio no seu email.

Conheça também nossa página no Google+.

11 Responses

  1. Nádia 9 de março de 2016 / 14:27

    Muito bom as dicas. Parabéns

  2. Taisa Silva 5 de janeiro de 2016 / 17:45

    Muito legal o post. Estava cometendo alguns erros sem saber.

  3. Andreia de Aguiar 17 de junho de 2015 / 07:01

    Ótimas dicas, parabéns!

  4. Norival de Abreu 15 de junho de 2015 / 21:54

    Parabéns excelente as orientações para a elaboração de um currículo, vou simplificar e organizar melhor o meu.

  5. suzi maria de jesus 15 de junho de 2015 / 16:01

    adorei, irei melhorar alguns dados no me curriculum.

  6. Jose Cunha 15 de junho de 2015 / 12:19

    Obrigado pela dicas.

  7. Edyanne C. Magalhães 15 de junho de 2015 / 10:41

    Muito bom!

  8. Gloria Azevedo 14 de junho de 2015 / 19:57

    Parabéns, excelente dica para montar currículo,

  9. Pedro Marcos. 14 de junho de 2015 / 19:24

    Parabéns!

  10. Nícolas 14 de junho de 2015 / 17:21

    Podiam ter coloca um modelo pra Download.

  11. Luana Pereira 6 de junho de 2015 / 04:49

    Adorei. Quantas dicas legais! Estava cometendo vários erros no meu currículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>