Tipos de chefe que você poderá encontrar na carreira

COMPARTILHE
equipe em reunião com o chefe

Que tipo de chefe você tem? Paizão, egocêntrico, parceiro… Como funcionário, você quer causar uma boa impressão em seu chefe.

Mas como saber que tipo de chefe você tem? E qual a maneira mais eficiente de trabalhar com ele?

Por isso preparamos uma lista com diferentes tipos de chefe. Conheça as características e as vantagens (e desvantagens) de ser liderado por cada um.

Chefe Paizão

Segundo uma pesquisa do professor Alfredo Behrens, da Fundação Instituto de Administração (FIA), o estilo gerencial paternalista, de todos os tipos de chefe, é o mais apreciado pelos brasileiros.

Mas uma gestão assim pode deixar o profissional acomodado. Por isso, tome cuidado! Afinal, se acomodar na empresa ou na função não é bom para a carreira. Principalmente para quem está no início da vida profissional.

A versão mais “hard” desse tipo de chefe tende a exagerar na super-proteção. Muitas vezes o chefe faz isso para evitar que você descubra seu próprio potencial.

Além disso, um gestor desse tipo também pode abalar seu relacionamento com os colegas de trabalho. Afinal, eles podem enxergar você como “protegido”. E isso também não é bom para sua imagem na empresa.

Chefe Egoísta

Estar sob a liderança de uma pessoa assim pode ser mais prejudicial para a carreira que um chefe paternalista.

O motivo é simples. Em muitos casos, esse tipo de chefe costuma ter problemas de caráter.

Meu conselho é aprender o que for possível e, depois, ir para outra área ou empresa. Assim você não se “contamina” com o comportamento desse tipo de chefe, e nem corre o risco de ficar à sombra dele.

Chefe Acomodado

Esse é aquele chefe ausente. Quase sempre esquece que precisa desenvolver a equipe.

Além disso, não se preocupa em liderar e não se torna referência para o time. Muitas vezes, isso pode representar sobrecarga de trabalho.

Mas é bom considerar o outro lado da história. Ou seja, o quanto é possível aprender quando se tem mais autonomia.

Quem tem um chefe ausente deve pensar em si mesmo como um profissional autônomo.

Pessoas que precisam de estrutura, planejamento e organização podem sentir muita dificuldade para lidar com chefes ausentes.

Portanto, quem possui essas características, deve mudar de gestor o mais rápido possível.

Chefe Terrorista

Esse apela para o assédio moral sempre que pode. Seja com gritos ou no estilo aparentemente educado de Miranda Priestly (a protagonista do filme “O Diabo Veste Prada”).

Com certeza é uma pessoa que não conhece a diferença entre chefe e líder.

Quando ele não está, todo mundo respira aliviado. Gestores desse tipo acreditam que autoridade tem a ver com medo e não com respeito e admiração.

Felizmente, a incidência de gestores com esse comportamento vem diminuindo bastante. Mas eles ainda existem.

Esse é um tipo de chefe muito prejudicial para a carreira. Afinal, o estrago que pessoas assim causam no equilíbrio emocional da equipe dificilmente compensa a competência profissional que alguns deles possuem.

Chefe Parceiro

Se o seu gestor é assim, sorte sua! Tem gente que daria tudo para estar em seu lugar.

De todos os tipos de chefe, esse atua perto da equipe, envolve o time e é um grande aliado do seu crescimento profissional. Inclusive ele pode ser o seu mentor e ajudar você a ser promovido.

Então, aproveite para aprender o que puder e mostrar suas competências!

Você, com certeza, vai tirar muito proveito essa relação. Esse é aquele gestor que cresce e leva a equipe com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *