Início » Mercado » Conheça o perfil de profissionais interessados em Tecnologia

Conheça o perfil de profissionais interessados em Tecnologia

imagem de profissional de tecnologia no ambiente de trabalho

Atualmente a tecnologia é um elemento-chave. Por isso, as profissões relacionadas a essa área são consideradas uma boa opção de carreira, além de ser uma maneira de fazer uma diferença significativa na vida das pessoas.

Com o objetivo de traçar o perfil de profissionais interessados na carreira em tecnologia, a XP Educação fez uma pesquisa com 7.500 candidatos do processo seletivo da faculdade.

O estudo fortalece a ideia de que as pessoas enxergam a área de tecnologia como uma das que mais possuem oportunidades no mercado. Veja a seguir.

Qual o perfil de profissionais interessados em Tecnologia?

Segundo o levantamento da XP, a maioria dos interessados em Tecnologia são homens que já atuam no mercado, com mais de 30 anos e ensino superior completo.

Os dados apontam que os profissionais são mais maduros e já possuem experiência:

  • 39% estão entre os 30 e 39 anos.
  • 27% estão na casa dos 20 anos.
  • 24% acima dos 40 anos.

Atualmente, esses profissionais ocupam cargos de assistentes e auxiliares (22%), analistas (21%), mas também são coordenadores e gestores (12%) ou especialistas (10%).

Há também empreendedores (7%), freelancers (5%) e trainees ou estagiários (4%).

Dos interessados na graduação, 54% buscam transição de carreira, pois querem atuar nas áreas dos cursos, 19% buscam por conhecimento para ingressar na área e 14% já atuam, mas querem acelerar a carreira com atualizações.

Profissões na áres de Tecnologia oferece boas oportunidades

Para o CEO da XP Educação, Paulo Moraes, o levantamento fortaleceu a ideia de que as pessoas enxergam a área de tecnologia como uma das que mais possuem oportunidades no mercado.

A tecnologia e a inovação estão no centro de tudo. Por isso, profissões na área tech são vistas não apenas como boas oportunidades de carreira, como também uma forma de transformarem suas vidas“, disse Moraes.

De acordo com a pesquisa, os mais interessados são os profissionais já conectados à comunidade de tecnologia. Mas há interesse expressivo de pessoas de outros segmentos.

Dos participantes da pesquisa, 14% já trabalham em tecnologia da informação, 10% estão desempregados e 8% são profissionais de administração e negócios.

A lista segue com as áreas atuais de engenharia de produção (6%), serviço público (5%), vendas e comércio (4%), educação e treinamento (3%), finanças (3%) e saúde (3%).

Interesse em capacitação

Com relação ao nível de escolaridade, 33% possuem ensino superior completo, 27% o ensino médio, 22% estão com ensino superior incompleto e 17% possuem especialização, MBA, mestrado ou doutorado no currículo.

A XP Educação conduziu um estudo qualitativo em parceria com a Octolab Insights, hub dedicado ao desenvolvimento de pesquisas.

As informações cruzadas indicaram um forte interesse por parte de um público plural em se capacitar e entender tecnicamente a área de tecnologia. Afinal, muitos profissionais idealizam uma carreira com oportunidades de conexões e networking.

Entre as principais motivações estão a busca por se conectar ao movimento global de inovação.

Além disso, fatores como independência financeira, um bom nível de empregabilidade e crescimento profissional também são considerados.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *