Início » Carreira » Saiba a diferença entre estágio e trainee

Saiba a diferença entre estágio e trainee

estagiários trabalhando

Quando chega o momento de buscar a primeira experiência profissional, você pode encontrar diversas oportunidades. Mas nesse momento surge a dúvida: qual a diferença entre estágio e trainee?

Muitos estudantes que estão na graduação, no Ensino Médio ou técnico, podem encontrar oportunidades de estágios ou trainee.

Por isso, saber as diferenças entre essas duas formas de contratação pode fazer toda a diferença para começar a carreira da maneira certa.

Estágio e trainee são a mesma coisa?

De modo geral, podemos dizer que estágio e trainee são programas de recrutamento ao nível da experiência profissional para estudantes de graduação, Ensino Médio e técnico.

Ambos representam oportunidades de crescimento e desenvolvimento na carreira, por isso se tornaram um objetivo para muitos jovens.

Afinal, os programas de estágio e trainee representam a possibilidade de entrada no mercado de trabalho. Mas vale ressaltar que possuem algumas diferenças.

Por isso, é importante entender essas diferenças para se candidatar à vaga mais adequada.

O estagiário trabalha de forma semelhante ao trainee. Mas um programa de estágio visa revelar talentos e desenvolver líderes para o quadro de colaboradores da empresa.

Além disso, o estagiário será colocado diretamente na função relacionada ao seu curso de formação.

Já o trainee será exposto a diversas áreas antes de ser colocado na função mais próxima ao seu perfil.

Então, o que é um Estágio?

Um estágio é um programa de experiência de trabalho, que tem a premissa de deixar os jovens preparados para o mercado de trabalho.

Em resumo, se trata da oportunidade para os estudantes colocarem em prática o aprendizado que obtiveram com seu curso.

Segundo a Lei do Estágio, os programas de estágio obrigatoriamente podem durar até 2 anos.

Por ser voltado para estudantes, a carga horária do estágio é diferente de um trabalho com carteira assinada, por exemplo.

Para alunos de cursos técnicos ou profissionalizantes, o tempo costuma ser de 20 horas semanais. Já os graduandos podem trabalhar 30 horas semanais.

Além disso, o estágio pode ser remunerado, mas não é obrigatório. Esse é caso do estágio supervisionado, por exemplo.

Quando remunerado, o valor da bolsa auxílio do estágio vai girar geralmente em torno de um salário mínimo.

Apesar de não ser considerado uma relação de trabalho, o estágio é regulamentado por lei, e tanto o estagiário quanto a empresa devem conhecer seus direitos e obrigações.

Veja Também: Conheça os direitos do estagiário

O que é o programa de trainee?

Os programas de trainee são destinados a recém-formados que desejam se preparar para cargos dentro da empresa. Muitas vezes o objetivo são cargos de liderança.

Normalmente, as pessoas que participam de um programa de trainee se formaram há menos de 3 anos ou ainda estão no último ano da graduação.

Mesmo que as empresas não exijam experiência, os trainees podem se beneficiar de um maior desenvolvimento profissional no ambiente de trabalho. E ainda que não sejam supervisionados, sempre passam por treinamentos.

Os programas de trainee são remunerados, pois os trainees são contratados para trabalhar 40 horas semanais. Portanto, eles usufruem de todos os benefícios da CLT.

Quem determina a duração do programa de trainee é a empresa. Mas geralmente varia de 6 meses a 3 anos.

As vagas de trainees disponíveis no mercado de trabalho não são muitas. Mas sem dúvidas, quem participa de um programa e passa no treinamento, quase sempre é efetivado.

Veja Também: Saiba o que é preciso para ser um trainee

Qual é a melhor opção?

A diferença entre estágio e trainee está principalmente relacionada ao momento do estudante.

Por exemplo, se você está no primeiro ano da universidade, um estágio pode ser sua oportunidade de entrar no mercado de trabalho. É uma ótima chance de adquirir experiência e construir uma rede de contatos.

Por outro lado, no período final ou após a formatura, o estudante pode se aprimorar na carreira e buscar por oportunidades de trabalho em grandes empresas. Então, nesse caso um programa de trainee pode ser a melhor opção.

Mas vale ressaltar que, caso você não consiga ingressar em um programa de trainee, o estágio pode ser de igual importância para o seu currículo.

Na hora de escolher entre um estágio ou programa de trainee, é uma boa ideia analisar qual terá maior impacto em sua carreira.

Essas oportunidades são o primeiro passo para o seu desenvolvimento profissional. Portanto, escolha aquela que melhor se adapta ao seu curso e seus objetivos.

Dicas para conseguir ser um estagiário ou trainee

Antes de mais nada, se você não tem experiência profissional, não se preocupe. A ideia do estágio ou do programa de trainee é exatamente a de inserir pessoas no mercado de trabalho e oferecer aprendizado.

Entretanto, uma dica valiosa é colocar no currículo experiências extracurriculares. Por exemplo: trabalhos voluntários, projetos acadêmicos que tenha participado, atuação em diretórios acadêmicos, entre outros projetos.

Para a maioria das empresas, mostrar-se engajado com sua área, com a universidade e com o autodesenvolvimento é um diferencial.

Por isso, quando participar de qualquer processo seletivo, se dedique ao máximo.

Um bom começo é entender o escopo da vaga, bem como os valores e a filosofia da empresa.

Isso pode ajudar você nas dinâmicas em grupo e atividades que exigirão competência e conhecimento.

Outra dica importante é investir em um segundo idioma. O inglês é o idioma mais valorizado no mercado, mas dependendo da sua área de atuação, você pode aprender outro idioma.

Diante da alta competitividade no mercado de trabalho, é muito importante se apresentar como um candidato que está sempre buscando qualificação.

Esperamos que tenha gostado deste artigo e que essas dicas sejam úteis para te ajudar a conquistar a vaga dos sonhos.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.