Início » Carreira » Saiba como evitar os erros mais comuns ao falar em público

Saiba como evitar os erros mais comuns ao falar em público

Erros ao falar em público

Alguns dos erros mais comuns ao falar em público são difíceis de detectar e muitos são difíceis de superar.

Ser um bom orador e conquistar a platéia não é uma tarefa difícil. Para ajudar você, selecionamos alguns erros que todo orador deve evitar a todo custo.

Para muitas pessoas, falar em público é extremamente estressante. Um dos motivos é que a maioria dos profissionais não recebe treinamento formal para fazer apresentações.

Mas como minimizar o medo associado a fazer uma apresentação? Como é possível evitar os erros mais comuns e conquistar a atenção do público?

Os erros mais comuns ao falar em público

Falar baixo demais

Para algumas pessoas o microfone é uma obrigação. A má notícia é que nem sempre há um disponível, especialmente quando estamos numa sala pequena.

Apresentar suas ideias em voz alta e clara garantirá que a mensagem seja entregue. Resmungar e falar baixinho só irá fazer com que seu público perca o interesse ou não entenda nada.

Esquecer da linguagem corporal

O corpo é uma ferramenta vital de comunicação. Uma linguagem corporal positiva pode ter um impacto enorme na construção de sua credibilidade com o público.

Quando as pessoas fazem uma apresentação, elas esperam um ser humano real, não um robô ou um manequim.

Manter-se rígido é um sinal de nervosismo e desconforto. Além de parecer menos humano também impede que você realmente se conecte com seu público.

O que evitar:

  • Fechar as mãos
  • Cruzar os braços
  • Colocar as mãos no bolso
  • Inclinar-se contra a parede

Uma dica é ensaiar usando uma câmera de vídeo. Desta forma você poderá observar os erros que comete enquanto fala.

Não fazer contato visual

É comum ter medo de fazer contato visual, mesmo em encontros cotidianos. Na frente de uma audiência, pode ser aterrorizante.

Para um bom orador, fazer contato visual é essencial, pois é um sinal universal de confiabilidade.

Se alguém olha nos seus olhos enquanto diz algo, é mais provável que você acredite nesta pessoa, não é verdade? Então não esqueça de fazer contato visual com seu público.

Para se conectar visualmente, mantenha o contato visual por pelo menos dois a três segundos por pessoa ou tempo suficiente para completar uma frase completa.

Lembre-se: Contato visual é a habilidade não-verbal mais importante de um bom orador.

Profissional apresentando resultados
A preparação é essencial para uma apresentação eficaz

Não usar expressões faciais

Assim como olhar para o chão e ficar em pé no palco pode tornar um orador público menos eficaz, manter uma expressão fechada o tempo todo também assustará as pessoas.

As pessoas buscam no seu rosto pistas visuais sobre suas intenções e emoções. A expressão facial vale ouro nesse momento.

Nem todo mundo tem um rosto expressivo, mas o que um orador está dizendo precisa corresponder ao que está em seu rosto e vice-versa.

Nenhuma expressão facial pode deixar o público entediado ou desconfortável.

Para maximizar o impacto do que você diz, mantenha as expressões faciais enquanto você passar por diferentes pontos de sua apresentação. Isso faz com que você pareça mais humano e sincero.

Veja Também: Dicas para você avançar na carreira

Não organizar a apresentação

Uma boa apresentação é aquela onde o fluxo e ritmo mantêm o público envolvido. A mensagem é transmitida em um ritmo natural.

Para isso, é necessário conteúdo de qualidade, mas também uma boa organização.

Uma apresentação mal organizada só irá confundir o público. Pior ainda, as pessoas podem desistir de ouvir se não conseguirem acompanhar.

Ler demais

Mesmo para um orador bem preparado, é tentador olhar de relance para o que está no Power Point ou nas anotações.

Uma quantidade moderada de leitura de slides não será notada, desde que você ainda esteja envolvido com o público.

O erro é depender muito do power point ou das notas. Isso pode fazer você parecer despreparado e tornar ainda mais evidente os outros erros que falamos aqui.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.