Início » Direitos Trabalhistas » Carteira de Trabalho Digital: Veja como fazer

Carteira de Trabalho Digital: Veja como fazer

Carteira de trabalho digital

A carteira de trabalho digital veio para substituir o antigo documento feito em papel.

O objetivo da nova versão é simplificar contratações e fornecer ao cidadão uma ferramenta para acompanhar com facilidade sua vida laboral.

Saiba como fazer sua carteira digital e encontre as respostas para as dúvidas mais comuns sobre o novo documento.

A nova CTPS

A CTPS digital foi implementada em setembro de 2019. No entanto, o Ministério do Trabalho vem desenvolvendo a versão digital desde 2017.

Agora a versão digital da carteira de trabalho tem a legalidade para substituir o documento físico conforme a Lei da Liberdade Econômica, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

O objetivo desta lei é desburocratizar processos e trazer mais liberdade para empreender no país. A proposta faz parte da iniciativa do governo de agilizar o acesso às informações trabalhistas.

Toda pessoa inscrita no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) já possui uma carteira de trabalho digital. Mas para acessar a carteira, você deve habilitar o documento.

Então, após realizar esse procedimento, o trabalhador pode acompanhar as informações através do aplicativo ou no site do governo.

Qual problema a carteira de trabalho digital resolve?

A carteira de trabalho digital tem como finalidade integrar várias funcionalidades e facilitar o acesso às informações do trabalhador.

São inúmeras as vantagens da nova CTPS, tanto para os trabalhadores quanto para as empresas.

Por exemplo, sabe quando você precisava adquirir uma nova carteira de trabalho por não ter mais folhas em branco? Isso não é mais necessário.

Com o novo modelo, você só precisa acessar o app e conferir as informações e histórico profissional.

Isso significa que:

  • Você não precisa emitir novos documentos cada vez que assinam sua carteira.
  • Também não precisa se preocupar em levar a carteira para uma entrevista de emprego.
  • Não há o risco de perder a carteira.

Quem tem direito à carteira de trabalho digital?

Todo cidadão brasileiro tem direito à carteira de trabalho digital. Mesmo aqueles que nunca trabalharam ou nunca solicitaram a versão da CTPS em papel.

Qualquer trabalhador pode solicitar a versão digital da carteira, independente se possui ou não a versão física.

Ou seja, pode solicitar a carteira de trabalho digital:

  • Trabalhadores com registro em carteira;
  • Empregados domésticos;
  • Autônomos.

Em suma, qualquer cidadão que tenha interesse em adquirir a versão digital da CTPS.

Benefícios da carteira de trabalho digital

A nova versão da carteira de trabalho traz diversos benefícios, tanto para o funcionário quanto para a empresa.

Um dos principais benefícios é a integração do histórico profissional do trabalhador. Isso permite uma contratação mais simples e fácil.

Com a carteira profissional digital, o trabalhador não precisa carregar a carteira em papel e não corre o risco de perdê-la.

Por exemplo, caso o papel se danifique com o tempo, você tem acesso a todas as informações através do app.

Outra vantagem é a possibilidade de acessar todas as experiências profissionais, férias e outras informações.

Nova carteira profissional
Carteira de trabalho digital vai simplificar contratações. Crédito da Imagem: Portal eSocial

Já para o empregador, com a versão digital da carteira profissional é possível usar o eSocial para contratar o funcionário.

Além disso, também é possível analisar todas as experiências profissionais do funcionário diretamente no aplicativo.

O que muda com a nova carteira de trabalho digital?

Há várias mudanças na utilização da carteira de trabalho digital, sendo a principal delas a facilidade em resolver questões trabalhistas do dia a dia do empregador.

No entanto, ambas as partes envolvidas sentiram algumas mudanças na forma de usar a CTPS.

Confira a seguir o que muda para o trabalhador e para o empregador.

O que muda para o trabalhador

Os trabalhadores perceberão, principalmente, a diferença na agilidade ao apresentar a nova CTPS, já que não precisa mais ser na versão em papel.

Com a versão digital da CTPS, você só precisa informar o número do CPF e o empregador já pode acessar suas informações trabalhistas.

Além disso, com o CPF do trabalhador é possível realizar a contratação diretamente no app, tudo de forma digital.

Após habilitar a carteira digital, o trabalhador ainda terá todas as suas informações contratuais lançadas no sistema digital. Isso facilitará bastante questões do dia a dia que envolvem o funcionário e a empresa.

Outro ponto importante é que a versão digital também poderá ser utilizada para facilitar o acesso às informações do trabalhador por meio de programas e direitos garantidos pela Previdência Social.

Isso significa que o documento terá a mesma validade para ser apresentado em órgãos do governo, como o INSS.

Emissão da carteira de trabalho
É importante manter a versão física da carteira de trabalho. Dessa forma, é possível comprovar dados que possam estar errados no sistema. Crédito da Imagem: Agência Brasília.

O que muda para o empregador

Como já vimos, a principal finalidade da nova carteira de trabalho é integrar informações sobre o trabalhador e simplificar contratações.

Sendo assim, as empresas notarão, principalmente, a facilidade em contratar novos funcionários. Afinal, é possível usar o eSocial para as contratações.

No entanto, é importante lembrar que a utilização do eSocial se aplica apenas às empresas que já utilizam esse sistema.

Portanto, nesses casos não será preciso anotar informações na carteira física ou digital. Ao fazer a contratação, os dados do funcionário são lançados automaticamente no sistema da CTPS.

Mas no caso das empresas que não usam esse sistema, ainda é necessário utilizar a carteira de papel para anotar dados sobre a contratação do colaborador.

Como usar a carteira de trabalho digital?

O acesso à carteira de trabalho digital só ocorre após cadastro no sistema.

Para fazer o cadastro, você deve seguir as instruções a seguir:

  1. Acesse o site acesso.gov.br e clique em “crie sua conta“.
  2. Informe seus dados pessoais, clique em “não sou um robô” e depois aceite os termos de uso.
  3. Ao longo dessas telas, você terá que responder questões sobre seu histórico profissional para validar os dados.
  4. No final, o sistema irá gerar uma senha temporária para que você possa usá-la ao acessar pela primeira vez o app da ctps.

Após o cadastro, basta baixar o app Carteira de Trabalho Digital que está disponível para Android e iOS. Se você usar Android, baixe o app na Play Store e se você usa iPhone, baixa na Apple Store.

Você também pode acessar a ctps digital acessando este link.

Feito isso, o serviço estará habilitado e você poderá utilizar sua carteira de trabalho digital sempre que possível.

Telas do aplicativo da carteira de trabalho
Através do App o trabalhador pode acompanhar de modo simples a sua vida laboral, tendo acesso a dados pessoais e aos seus contratos de trabalho que estão registrados na Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Por que manter a carteira de trabalho de papel?

Ambos os documentos possuem a mesma legalidade, no entanto, é importante manter a versão em papel.

Isso porque com o documento físico é possível comprovar dados que possam estar errados no sistema.

Além disso, algumas empresas podem solicitar a CTPS física para fazer anotações. O trabalhador também poderá utilizar o documento físico em outras situações.

Embora a versão digital veio para substituir a carteira profissional em papel, é uma boa ideia ter as duas versões.

Dessa forma, você consegue todos os benefícios da carteira de trabalho digital, mas mantém seus dados empregatícios a salvo.

Problemas mais comuns no acesso à carteira digital

Os problemas mais comuns no acesso à carteira de trabalho digital são:

  • Não conseguir acessar o app;
  • Dificuldade em gerar a senha para acesso no aplicativo;
  • Dificuldade em se cadastrar no sistema.

Mas para esses problemas, o trabalhador poderá contar com o Ministério da Economia, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Então, basta recorrer a uma dessas unidades e solicitar o cadastramento na carteira digital. Para isso, tenha em mãos um celular com acesso à internet.

Dúvidas frequentes sobre a carteira de trabalho digital

O número da carteira profissional muda?

A carteira de trabalho digital não utiliza o mesmo número da versão física, já que o número-chave para acesso é o CPF do trabalhador.

Sendo assim, não há mudanças no número antigo. A ctps digital apenas não utiliza esse número para identificar o usuário.

Como o empregador “assina” a carteira digital?

A contratação ocorre por meio do eSocial, para empresas que utilizam esse sistema. Senso assim, basta inserir o CPF do trabalhador e realizar todo o procedimento neste sistema.

Entretanto, no caso das empresas que não utilizam esse sistema, é preciso seguir com a contratação tradicional. Ou seja, é necessário fazer o preenchimento da carteira de trabalho em papel.

Posso acompanhar as anotações na minha carteira digital?

Sim, basta acessar o aplicativo da CTPS ou entrar no site www.gov.br/trabalho para acompanhar as anotações da carteira profissional.

Eu preciso pagar alguma taxa para emitir minha carteira de trabalho digital?

Não, você não precisa pagar nenhuma taxa. A ctps digital é totalmente gratuita.

Perdi minha carteira de trabalho antiga, posso solicitar a digital?

Sim, você só precisa realizar o seu cadastro no sistema, gerar uma senha provisória e acessar a CTPS através do aplicativo.

Posso usar a carteira digital como documento de identificação?

Embora a carteira de trabalho digital tenha a função de substituir a versão em papel, ela não pode ser utilizada como identificação social.

Ou seja, a carteira digital tem como finalidade o acompanhamento das questões trabalhistas do trabalhador.

O empregador pode exigir a carteira de papel?

Sim, principalmente se a empresa não utiliza o sistema eSocial. Isso porque a carteira de papel ainda terá suas utilizações, como anotações de contratação conforme necessidade da empresa.

O que fazer se algum dado estiver incorreto?

Os sistemas responsáveis pelos dados da CTPS são atualizados constantemente. Por isso, a maioria dos erros que aparecem no sistema são corrigidos automaticamente.

No entanto, caso o trabalhador encontre erros que não são corrigidos é preciso conversar com o empregador para avaliar as inconsistências nas informações cadastradas.

Quem nunca trabalhou ainda precisa tirar a carteira de papel? Tudo bem emitir só a digital?

Sim, pois algumas empresas precisarão da carteira de papel para realizar a contratação.

Sendo assim, é preciso emitir a versão em papel e aderir ao modelo digital, caso o trabalhador queira.

COMPARTILHE

1 Response

  1. Luiza 07/07/2020 / 18:46

    Ótimo artigo. A carteira de trabalho digital resolve vários problemas que a versão em papel tinha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.