5 Erros que você deve evitar no Linkedin

Erros no Linkedin

O Linkedin é um excelente canal para a criação de novos relacionamentos de carreira, isso todos já sabem, porém, em meio a tantas possibilidades podemos cometer alguns erros durante a expansão do networking.

Muitas vezes os erros são cometidos devido uma noção incorreta algumas pessoas possuem das redes sociais em geral, outros por desconhecimento do real significado do networking.

O termo networking pode ser definido como uma rede de contatos que possuem objetivos em comum e compartilham informação e serviços entre si.

A seguir listamos 5 erros comuns na hora de construir o networking no Linkedin e algumas dicas para evitá-los.


Enviar convites para todo mundo

Na época do Orkut o ato de disparar convites de amizade para muita gente, muitas vezes desconhecidos, era bastante comum. Esse comportamento também está presente no Linkedin. Se você realiza esta prática, está comentendo um erro. Alguns especialistas afirmam que este hábito evidencia uma concepção equivocada sobre o significado de networking profissional.

Mesmo que o número de contatos ultrapassem a casa dos milhares, na realidade isso não traz tanto valor prático assim. Milhares de conexões não garantem indicações ou convites para entrevistas. Prefira ter um número modesto de conexões mas que ofereçam um relacionamento concreto.

Uma dica para saber se você anda extrapolando nos convites é se perguntar se você conhece a maioria de seus contatos. Se a resposta for não, sinal vermelho.

Além de tudo, os recrutadores podem ter uma má impressão sua, pois pode indicar que você não sabe lidar com sua carreira de maneira adequada.

Não ter definido um plano para sua carreira

Em alguns casos o item anterior é causado pela falta de um plano para sua carreira, mas a ausência deste plano é um problema que vai muito além de incomodar milhares de pessoas desconhecidas com pedidos de conexão.

A sua vida profissional é um conjunto de escolhas e o plano é uma referência de onde você está e aonde quer chegar. Numa rede social profissional como o Linkedin é necessário adotar uma postura estratégica diante de cada conexão que você faça. Defina um propósito para cada ação. Reflita sobre quais as razões para adicionar uma pessoa. Pense também como essa relação pode ser útil para o profissional do outro lado.

Se você sentir dificuldade em criar um plano para 10 anos, tente criar um de 5 ou até 2 de anos. O importante é projetar o seu futuro profissional, definir bem aonde você quer chegar e como fará isso.

Enviar o convite padrão

Sabe aquela mensagem padrão oferecida pelo Linkedin na hora de enviar um convite? Pois é, esse é um erro comum entre os usuários da rede.

Cometer esse erro é pedir para destruir seus planos de expansão do networking. O receptor de uma mensagem dessas pode não receber com tanto entusiasmo. É muito importante escrever uma mensagem personalizada para cada contato. Mostre quem você é e quais os objetivos em manter contato com ele. Lembre-se: nunca minta e atenção com os erros de ortografia.

Não manter o foco

Ok, você já tem um plano bem definido para sua carreira e não envia convites para milhares de pessoas no Linkedin mas gosta de postar imagens engraçadas ou aquelas frases famosas do Facebook? Alerta vermelho! O Linkedin é uma rede profissional, então mantenha o foco. Publique conteúdo relevante, sem abusar da frequência.

Esquecer o Linkedin

Não investir tempo no Linkedin também é um erro. Você deve cultivar o relacionamento com seus contatos repassando oportunidades, participando ativamente dos grupos de discussão, fazendo e respondendo perguntas.

Tenha cuidado com a falta de objetivo. Não mande um simples “Olá, como vai?” para um contato. Compartilhe algo útil que enriqueça a relação. Lembre-se: a grande maioria das pessoas não têm tempo a perder.


Siga o Carreira Fácil no Facebook ou Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>